Reavive a esperança

19 a 25/07/2021

Quebra-gelo: Em tempos tão difíceis como os que temos vivido, podemos ver que a esperança anda muito escassa. Costumávamos repetir o ditado que diz que a esperança é a última que morre, porém, é como se já tivéssemos chegado ao fim. Muitos têm vivido dessa forma, ameaçados pela desesperança. Você já pensou como a vida sem esperança é horrível?

Você sabia? A palavra ESPERANCA tem sua origem no latim, ela deriva de SPES, que tem o significado de Confiança em algo positivo. Esta palavra latina também deu origem ao verbo SPERARE, que veio dar origem ao nosso ESPERAR, em latim significava TER ESPERANCA.

Textos: Lamentações 3.17-21.

O que a Bíblia diz a respeito disso?

 Infelizmente, olhando ao nosso redor, vemos as pessoas se afundando e perdendo o sentido de suas vidas pela falta de esperança. Através das falas de alguém, podemos perceber sua alma totalmente abatida. A verdade é que uma luta tão grande como a que todos temos enfrentado nos últimos tempos, tem, infelizmente, o poder de acabar com a esperança das pessoas, trazendo desânimo e abatimento. No texto que lemos, podemos ver que Jeremias passou por um tempo difícil também, onde a esperança já havia ido embora de seu coração. Não há pessoa que não enfrente tempos de desânimo e falta de esperança. Mas precisamos aprender como agir, o que fazer e para onde correr quando esse tempo chega em nossa vida, para que nós não sejamos vencidos. Podemos perceber também que a esperança pode ser reavivada dentro dos nossos corações. Não importa se ela anda escassa em sua vida ou se você já a perdeu completamente, mesmo que somente em alguma área. Importa mesmo é o que a Bíblia nos diz. E Através do exemplo de Jeremias, podemos aprender como reavivá-la dentro de nós.

I – Não foque nas coisas ruins e difíceis. Repare bem no relato de Jeremias. Ele diz que ele havia se esquecido do bem, pois estava afogado com tantas lutas e problemas. Ele ainda diz que sempre se recorda das suas dificuldades e que isso abate profundamente a sua alma. Muitas vezes não percebemos o quanto ficar olhando para os problemas e dificuldades abatem a nossa alma a ponto de nos fazer perder a esperança. Nossa tendência humana é focar nos problemas, porém, se desejamos reavivar a esperança, o primeiro passo é tirar nossos olhos das coisas difíceis e ruins. Não permita que o tempo de dificuldade e luta sobreponha os bons tempos. Por mais difícil que pareça ser, não permita que as mas noticias tomem conta da sua mente e coração. Lute!

II – Decida reavivar a esperança em seu coração. No versículo 21, vemos que Jeremias se posiciona. É como se ele já estivesse cansado da vida sem esperança. Então ele se posiciona e diz: EU QUERO! Eu quero voltar a ter esperança, eu não quero mais essa vida ruim, afundada em noticias ruins. Eu não quero adoecer pensando em coisas que não me fazem bem. Eu quero trazer a memória o que pode reavivar a esperança em mim. Esse deve ser o nosso posicionamento também. Enquanto não houver uma decisão pessoal de mudar a atmosfera que tem regido a vida de muitas pessoas, as coisas vão continuar as mesmas ou piorando cada vez mais. Decida não sofrer mais. Resolva em seu coração que a partir de agora você terá uma vida de esperança. Mas perceba que não estamos falando de uma mudança de realidade externa e sim, interna. Em outras mudança da nossa realidade interior (que é o que realmente importa), nossa vida pode mudar por completo. Então, não espere as coisas mudarem, mude o seu interior e decida reavivar a esperança em seu coração.

 III – Lembre-se de quem Deus é e de tudo o que Ele já fez. Esta foi a grande estratégia de Jeremias. Nos versículos seguintes, podemos ver que ele faz uma lista das coisas das quais estava se lembrando, coisas que reavivaram a esperança em seu coração. Essa é, com certeza, a melhor das estratégias. Se nossa memória se focar em coisas humanas, com certeza se frustrara. Lembrar de quem Deus é e de tudo o que Ele já fez em sua vida é o caminho para que a esperança volte. Não há esperança fora de Deus e por isso precisamos nos apegar a Ele se desejarmos viver de verdade. Você é capaz de se lembrar de Deus e das coisas que Ele fez por você?

Desafio: Tome hoje mesmo uma decisão de mudar o seu foco. E durante a semana, peça ao Espírito Santo para trazer à sua memória as experiências que você já teve com Deus, as vezes que Ele respondeu suas orações, os livramentos, etc.

Conclusão: Não morra sem esperança, decida reavivar ela em seu coração e desfrute de uma vida maravilhosa, mesmo em meio à tantas lutas. Você quer reavivar a esperança mais uma vez? Então coloque a mão em seu coração e vamos orar.