Não aceite um espírito de condenação – 29/06 a 05/07/2020

Quebra Gelo: Juntos somos melhores. Desenvolvimento: Pedir a todos que
se apoiem em um pé só, onde deverão dar um pulo pra frente sem colocar o pé
no chão, um pulo para direita, e para esquerda, se abaixar e levantar. (Muitos
irão se desequilibrar e cair).
Reflexão: Não devemos seguir sozinhos e nem julgar aqueles que caem ao
nosso redor. Podemos cair também. Para desfrutarmos de uma vida bem
sucedida devemos dar suporte às pessoas ao nosso redor e também buscar
apoio para nós mesmos. Caminhando juntos vamos avançar como corpo de
Cristo!
Desenvolvimento: Muitas vezes o maligno tenta impor sobre os cristãos
condenação, opressão, desânimo, complexo de inferioridade. Para isso
recorre a muitas táticas, usando até pessoas bem intencionadas para impor
regras determinando o que devem fazer, vestir, comer… Não aceite esse
espírito de condenação!
Lembre-se: 1. Você está livre da Lei do Velho Testamento. “Foi para a
liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se
deixem submeter novamente a um jugo de escravidão” (Gálatas 5.1).

  1. Você está livre das regras dos homens. A religião é especialista em
    imprimir regras humanas, oprimindo as pessoas. Nada forçado dá certo. Deus
    quer que sejamos livres dessas regras. As mudanças que necessitamos serão
    geradas em nós pelo Espírito Santo.
  2. Você está livre de um espírito de incredulidade. Não aceite as palavras
    de condenação e de derrota. Jesus não te condena. Ele te faz mais que
    vencedor e tem um plano maravilhoso para sua vida.
    Coloque em discussão:
  3. Aprendemos com essa mensagem que somos livres, que não há
    nenhuma condenação para aqueles que estão em Cristo Jesus. Quais os três
    aspectos em que estamos livres?
    -Livre da Lei do Velho Testamento;
  • Livre das regras dos homens;
  • Livre de um espírito de incredulidade.
  1. De acordo com Romanos 7.6: “Mas agora, morrendo para aquilo que
    antes nos prendia, fomos libertados da lei, para que sirvamos conforme o novo
    modo do Espírito, e não segundo a velha forma da lei escrita”, comente
    brevemente como tem sido sua nova vida em Cristo. Que experiências você
    tem desfrutado da vida abundante de Deus? Respostas variadas e
    pessoais.
  2. O que mais Deus falou ao seu coração com essa mensagem?
    Respostas variadas e pessoais.